Vingança

Nemo me impune lacessit.

Citação em latim que li no conto “O Barril de Amontillado”, de Edgar Allan Poe. Traduzindo ao português, temos algo do tipo “ninguém me machuca sem ser punido”. No texto, o narrador defende que a vingança, para ser plena, deve ser feita sem que o vingador seja punido e o paciente da ação precisa ter consciência de que foi você quem causou seu mal.

Então, que sejamos a mão punidora de quem quer que esteja lá em cima.

Postado por Mateus Campos

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s