Comum a todos

De repente nem existe tanta distinção assim entre conto e poesia. Evidente que os aspectos estéticos são visíveis, mas não acredito que seria errado afirmar que alguns contos agregam em si versos em prosa, seja pela sua força de sentido, seus significados ou sua sonoridade. Clarice faz isso em “Via Crucis”.

Maria das Dores está grávida. Mas é virgem. Jamais se entregou sequer ao seu marido, velho, “meio impotente” e paciente de mais. Daí não restam dúvidas: o esposo é São José e o menino deverá se chamar Jesus. E o que fazer para que a criança não passe pela Via Crucis?

Jesus deve nascer em um estábulo para que tudo saia perfeito – entretanto, a gestação vai até outubro, e não 25 de dezembro – e então o casal vai para a fazenda da tia Mininha em Minas. Começa aqui a Via Crucis da própria mãe, que de tão consternada para evitar o sofrimento do filho, começa a esquecer que ela também vive por si: ajoelha-se na igreja apesar da barriga, se machuca, passa mal. O nome da criança não será Jesus, e as dores de das Dores parecem indicar-lhe o nome Emmanuel.

Vem então uma poesia. A criança está entre nós, e diz Clarice em parágrafos-versos.

As estrelas no céu.
Então aconteceu.
Nasceu Emmanuel.

Ela tem a capacidade de nos falar sobre o cotidiano de uma maneira simples, clara, quase óbvia. E acho que o problema está aí, de tão verdadeiro, de tão certeiro, parece que não nos damos conta daquilo que está a nossa frente. Coisas inerentes ao seres humanos e que demoramos anos para descobrir, quando o fazemos. Algo comum a todos, mas tamanha é a impotência dos homens que precisamos de alguém para nos dizer o que nos é inevitável, sem importar nome, sexo, credo, idade. A via crucis é questão de tempo. Assim, chega-se ao final do conto.

Não se sabe se essa criança teve que passar pela via crucis. Todos passam.

Postado por Mateus Campos

Anúncios

Um comentário sobre “Comum a todos

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s