Nosso momento num café

À esquerda e à direita
Duas belas separadas por gerações
E algumas cadeiras
Fitávamos diretamente
Sem tentar disfarçar
Eu torcendo o pescoço
Ela esticando o olhar.

Não tiramos os chapéus
Pois estávamos nus como carne exposta
Àquela pulsação de vida mais
Ou menos explicável
A vida
E a alma pouco libertas.

E justo quando falávamos sobre Bandeira
E como podia um dia acontecer…

Postado por Mateus Campos

Anúncios

2 comentários sobre “Nosso momento num café

  1. Gu, sublime. Já disse, mas de fato está muito muito bom. A cena é fantástica – retomo-a exatamente pela sua descrição breve e significativa. Marcante!
    Vejo e sinto: é como se estivesse lá. Mas já não estive?

  2. Pingback: Flip, o resumo « O Fazer Escrito

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s