Partida

Saudade não é problema de idade
estado permanente do ausente
como é que pode ser diferente
se você não está no meio da gente?

E sempre que tomo um remédio pra me acalmar
engulo e engasgo em seco
o aperto no peito
não vai me deixar.
Sozinho de noite eu escrevo pra me ocupar
mas tudo que deve ser feito
algum outro já fez
nunca é minha vez
eu não vou aguentar.

Lá fora o tempo está passando
aqui dentro alguém está morrendo
as paredes vão desmoronando
e no fim pra que ser assim
vou andando pra longe daqui
pois em breve esquecem de mim.

E sempre que eu digo adeus pra me despedir
me esqueço que todos já foram
estão mais felizes
não moram em mim.
As malas já prontas me lembram que tenho que ir
aonde eu não sei
eu preciso sair
ninguém vai me chamar
eu não vou mais voltar.

Mateus Campos

Anúncios

Adorável

Adorável,
a pergunta que me foi feita.
Pois que se era eu mesmo?
Sim.
E depois disso, quase nenhum silêncio.
Mas uma hora ele chegou
e com ele toda a consequência
da ausência de palavras…
Perigoso e errado seria ignorá-lo.

Porque é preciso beijar
o silêncio, ele que é
raro e tem tanto significado.
E por caminhos incertos
mais uma flor nasceu no asfalto.
Alguém vai dizer que ela é
corrompida, impura, condenada.
Mas eles não podem julgar
porque fomos nós que a plantamos.

E uma flor,
não importa a sua origem,
seu nascimento, sua história.
Ela será sempre adorável.

Mateus Campos