Muitas ações são feitas sem que se tenha consciência do quanto ferem

Muitas ações são feitas sem que se tenha consciência do quanto ferem. Nesse caso, de quem é a culpa? Da pessoa que realizou tal ação ou daquela que se sentiu atingida, ainda que em várias ocasiões determinado ato nem tenha sido praticado para machucá-la? Saber de quem é a culpa é o de menos, e talvez nunca se saiba. Talvez seja uma culpa compartilhada, talvez não haja culpa. Para evitar esse tipo de situação – ser agressor ou agredido – o mais indicado a fazer é buscar um isolamento. É não ir atrás de pessoas ou eventos em que alguém possa se deparar com a situação fatídica. E são muitos os que já entenderam como funciona essa lógica. É por isso que o mundo é um lugar cada vez mais esvaziado. São muitas as pessoas, poucas as relações.

Mateus Campos

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s