Londres, a despedida

Existem povos de diferentes origens e religiões morando em Londres. Talvez eles não se gostem – isso é algo que nunca vou conseguir saber -, mas pelo menos eles se respeitam. As pessoas lá pedem perdão quando eu esbarro nelas. A culpa pode ter sido minha, mas não importa: elas é que se desculpam. Quando preciso de uma informação, ela vem até mim acompanhada de um sorriso.

Há também muitas coisas para se fazer em Londres. Dá para andar de bicicleta no Hyde Park, observar dinossauros e ver como funciona um terremoto no Museu de História Natural, andar pelas ruas da Oxford Street, ir a espetáculos em Piccadilly Circus e visitar tantos outros lugares como Trafalgar Square, British Museum e Library, National Gallery, Palácio de Buckingham… Até andar de metrô e ônibus por Londres é uma experiência agradável: o transporte é caro, mas o preço elevado é justificado por conta da eficiência.

Londres tem apenas um defeito: o clima. Chove muito, venta demais. Porém, ainda que eu não goste disso, esse cenário todo me deixa feliz porque me faz lembrar Sherlock Holmes e ter saudade de algo que nunca tive.

Por tudo isso, Londres, embora você tenha essa pequena falha, não importa o que você faça agora que eu te conheço… Eu te perdoo sempre.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s