Uma aventura terrível

“Adorei a sua camiseta”
e depois disso eu não
consegui ouvir mais nada,
pois tudo aquilo que
podia ser dito ou ouvido
por você ou por mim
ficou suspenso no ar.

Foi o primeiro presente que você me deu.

E depois eu te vi
tantas outras vezes
e conversamos sobre coisas pequenas
(não há nada maior do que elas.)
Foi então que você sorriu
e eu vi como era encantador
aquele detalhe: o seu narizinho
enrugado, que também
me fez sorrir.

Esse é o presente que você me dá até hoje.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s