Minha inútil antipatia

Um pedido de desculpas assim dessa forma… Desculpe você, mas não posso aceitar.

Simplesmente porque não há nada o que desculpar. A não ser a sua ausência.

O maior mistério em mim é que não existe mistério algum. Coloque os meus óculos e enxergue o que qualquer um pode ver.

E no entando você insiste. Insiste em dizer que sou aquilo que você ainda não sabe nomear. E isso te fascina.

Por favor, não pare. Especialmente quando estivermos sozinhos no centro do nosso mundo e o final de uma dança supostamente anunciar que tudo terminou. Para nós, não. A última nota indica que é hora de você me abraçar. Deixe que nos vejam e que não entendam.

Respondo o seu silêncio com o meu sorriso.

Seu amor e sua delicadeza são baseados na dor. Tudo bem. É que antes não nos conhecíamos…

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s