O sorriso

Me lembro do seu sorriso. É puro, inocente, de menina. Começa com uma simples extensão dos lábios, e pode ser que termine ali mesmo. Mas às vezes ele se expande e acaba por revelar-lhe os dentes, ação que vem acompanhada do som do riso. Sim, é um sorriso inocente, mas os olhos… são vivos, vividos, entendem o mundo e identificam uma mentira imediatamente. Como intimidam… No sorriso da menina e nos olhos da mulher existe alguém que não consigo esquecer.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s