Uma sinfonia

Para os dias em que não há mais o que fazer. Quando ninguém consegue resolver um problema e, mesmo que você não acredite, você quer que uma força superior tenha controle sobre o destino. Aquelas promessas que, evidentemente, só vêm na hora da dificuldade. E mesmo assim você não as cumpre.

Para os momentos nos quais não há a quem apelar. Pelo menos não é alguém que se encontre aqui fisicamente. Estes são aqueles segundos em que a sua fé passa a existir porque o desespero se torna imensurável. Afinal, nessas ocasiões temos que nos prender a algo mais poderoso, sábio. A crença depende de tempo e contexto. Muitos se sentem assim.

Well I never pray but tonight I’m on my knees, yeah.

Bittersweet Symphony, The Verve

Postado por Mateus Campos